Histórico de edições

(68)
há 3 anos
Posso até estar enganado porque não vi os autos e não poderia afirmar com total convicção. Mas a decisão é infeliz, e demonstra tão somente o que tem sido a tônica dos Juizados Especiais nos últimos
há 3 anos
Acredito que o magistrado se equivocou na fundamentação. Se as duas ações possuem o mesmo pedido e causa de pedir e mesmas partes , ele deveria decidir por litispenbdencia e ate mesmo conexão.
há 3 anos
Precedente perigoso. Pelo narrado parece que entrou com 2 processos iguais mas o fundamento do magistrado é que a causa de pedir que norteia o processo. Nesse sentido, de acordo com esse magistrado,
há 3 anos
Sim, está certo. leia o artigo; o que UBER fez foi aplicar uma cláusula contratual, como seja a idade do veículo. É comum o perdedor de uma ação, chamar o judiciário de omisso, corrupto e que tais.
há 3 anos
Quem é acostumado a viajar de carro centenas de quilômetros sabe a diferença de consumo entre somente o motorista e carro cheio e com bagagem, é uma diferença brutal. No caso da aviação, por não ser
há 3 anos
O que vai afetar a TODOS, mesmo quem não viaja com bagagem. No final das contas, com a revogação da medida, é pior!
há 3 anos
O que vai afetar a TODOS, mesmo quem não viaja com bagagem. No final das contas, com a revogação da medida, é pior!
há 3 anos
Mais inteligente que muito advogado metido a economista.
há 3 anos
Mais inteligente que muito advogado metido a economista.
há 3 anos
Vamos imaginar uma outra situação. Suponhamos que houve um dia em que as pessoas somente levavam duas malas na viagem. Um dia um grupo de pessoas cismou que poderiam levar o quanto desejassem; é
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como Renato

Carregando

Renato Frota

Entrar em contato